O Nissan Kicks híbrido, primeiramente, já é uma realidade. Sendo assim, resta o questionamento: quando ele chegará ao Brasil? Certamente a resposta oficial da Nissan, montadora japonesa, é uma tanto quanto nebulosa.

Nissan Kicks híbrido 2020

Enfim, a estimativa é que a versão híbrida chegará ao mercado nacional entre 2020 e 2021. Portanto, falta pouco se pararmos para pensar com carinho. Por outro lado, a maior e mais animadora novidade sobre o Nissan Kicks híbrido, é que ele poderá ser fabricado por aqui.

Ou seja, a fábrica da marca, em Rezende no estado do Rio de Janeiro, poderá ficar responsável pela produção. Mas vale lembrar que se trata de especulação, já que a marca não confirmou nada.

Em resumo, a notícia de que o Nissan Kicks híbrido rodará no mercado brasileiro partiu da imprensa que participou da feira CES 2019. O evento é, em suma, o mais importante mundialmente se o assunto é tecnologia.

Nissan Kicks híbrido no Brasil ainda é discutido dentro da empresa

Em primeiro lugar, vale lembrar que há motivos para o otimismo quanto à chegada do Nissan Kicks híbrido ao mercado nacional. Por exemplo, a marca já havia registrado uma tecnologia para garantir propriedade: a e-Power.

Isso foi feito no ano passado e, certamente, não se trata de um tiro no escuro. Os líderes dos negócios Nissan no Brasil, por outro lado, não entraram em acordo sobre as datas.

Leia também:

Em suma, o Nissan Kicks híbrido terá como base o Note e-Power do Japão, que é uma minivan compacta híbrida. A plataforma dele, por exemplo, é a mesma do Kicks, o que já facilita a ideia.

A princípio, esse belo carro japonês tem conseguido cada vez mais admiradores no Brasil. Sendo assim, a aposta em um modelo diferenciado dele poderia ser uma jogada para coloca-lo acima da concorrência em termos de opções.

Nissan Kicks híbrido e a tecnologia e-Power

Em resumo, o sistema do Nissan Kicks híbrido será o e-Power, que coloca acelerador e freio no mesmo pedal. Sem dúvida muita gente ficou com a pulga atrás da orelha, não é? Mas já vamos explicar.

Enquanto o motorista acelera, tudo corre normal. Mas quando ele ergue o pé, o carro começa a desacelerar até parar e esse sistema vai recarregando a bateria.

Nissan Kicks híbrido

Sobretudo, outro diferencial no Nissan Kicks híbrido e sua tecnologia, é que a tração fica a cargo exclusivo do motor elétrico, já a recarga fica por conta do motor à gasolina. Sendo assim, o carro se torna uma máquina altamente econômica com autonomia de até 600 quilômetros. Por conseguinte, devido ao e-Power, não é necessário carregar o carro na tomada.

Em conclusão, vale a pena ficar de olho e esperar que o novo Nissan Kicks híbrido, de fato, chega ao Brasil o mais rápido possível.

Posts Relacionados


Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Avaliação