O Sandero ainda é sem dúvida um carro relativamente novo no mercado nacional. Sendo assim, ele ainda tem muito a crescer por aqui. Por outro lado, já apresenta ampla gama de diferenciais e tem muitos fãs. Com um preço que atrai, se comparado com outros da mesma categoria, por exemplo, acaba se tornando opção por vários motivos.

sandero ficha tecnica

Enfim, o Renault Sandero tem recebido atenção da montadora. Portanto, as vendas das versões disponíveis por aqui tendem a continuar muito bem, obrigado. Em síntese, o sucesso do modelo francês no Brasil é tanto que a montadora alcançou uma marca excepcional.

Primeiramente, a unidade da Renault no Complexo Ayrton Senna, no estado do Paraná, comemorou no fim do ano passado a marca de um milhão de carros produzidos. Ou seja, é carro para não deixar nenhuma concessionária ou garagem na vontade.

Sandero é um dos carros mais vendidos do Brasil

O Sandero, em primeiro lugar, se destaca por ter o espaço interno mais interessante na sua categoria. Sendo assim, já ganha vantagem se for comprado para trabalho, por exemplo. Mas quem tem família e não escolheu um sedan também prefere um compacto mais espaçoso.

sandero preço

Os carros produzidos no Paraná não rodam apenas por aqui, e certamente ocupam um ponto estratégico para a marca. Em suma, é o carro da Renault mais vendido em terras tupiniquins. Portanto, além de abastecer o mercado nacional, os carros daqui são vendidos para Paraguai, Uruguai e Argentina.

Sobretudo, as exportações diretamente da fábrica brasileira já passaram a ousada marca de 210 mil carros. Isso, pois o sucesso do compacto se estende pela américa latina de forma lucrativa para a Renault.

Sandero foi desenvolvido para atender o brasileiro

Em primeiro lugar, o Sandero surgiu em 2007. De acordo com a montadora, foi desenhado para preencher as necessidades do consumidor brasileiro. Portanto, foi desenvolvido por engenheiros que atuavam no Brasil e conheciam bem a realidade daqui.

Leia também:

Logo, ele se tornou referência com seus pontos positivos. O espaço interno e a robustez, por exemplo, o diferenciaram para muitos consumidores. Enfim, dentro da categoria dos hatchs compactos, mostrava que poderia agradar a gregos e troianos.

Ou seja, era atraente para os solteiros por ter design bonito, ser econômico e de fácil revenda. Mas as famílias também poderiam optar por ele, pois oferece espaço, é bem equipado e resistente.

Sandero ganhou mais espaço com o tempo

Enfim o Sandero ganhou mais opções após mostrar que brigava em alto nível nas concessionárias. Primeiramente era oferecido com motores 1.0 e 1.6 Hi-Flex, de 16 válvulas.

Sendo assim, recebeu um upgrade em 2011 com um tapa no visual e entrada de itens de conforto. O interior, por exemplo, ficou mais espaçoso e bonito. O sucesso continuou e por conseguinte uma nova geração chegou alguns anos depois.

Na nova geração, em resumo, entrou um novo sistema elétrico e o carro passou a ser construído em outra plataforma. Mas também recebeu novos freios, direção atualizada e suspensão renovada. A parte de dentro também foi totalmente reformulada para cativar os motoristas que se apaixonaram pelo espaço interno.

Por fim, o Sandero também passou a oferecer edições diferentes. As mais conhecidas, em conclusão, são a Vibe, a Tweed e a Tech Run.

Para ficar por dentro das curiosidades e novidades do universo automotivo, acesso Novocarro.net.br.

sandero gt line
sandero 2019
sandero renault
sandero

Posts Relacionados


Está matéria tem 0 comentários. Seja o primeiro!

Avaliação